7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Pelo meu direito a ir ao WC!

Pelo meu direito a ir ao WC

Há quem diga que vai mandar um fax quando precisa de ir à casa de banho. Com três miúdas em casa, eu digo que tenho de ir fazer cocó quando preciso de mandar um e-mail.

Fechar-me na casa de banho – à chave, para garantir que não entram – é o último reduto da minha liberdade. E quem diz mandar um e-mail diz fazer a lista para o supermercado, cortar as unhas dos pés ou escrever uma mensagem de parabéns a alguém – sim, na casa de banho!

Invariavelmente, dou por mim a fazer tudo ao mesmo tempo. No outro dia, estava com a mais nova ao colo a tentar responder a uma mensagem de trabalho. Cheguei ao fim da mensagem, só faltava reler, e ela dá uma sapatada no telemóvel. Chão. Mensagem enviada e eu a rezar para que o corretor ortográfico não tivesse feito das suas. “Depois diga-me então qual o tema escolhido para a besta da sua filha”. “Festa”, era “festa”!

A casa de banho é a sala de pânico dos pais, o botão vermelho do concurso de TV, o “desconto de tempo” do jogo da maternidade. E o meu acabou neste instante – deixa-me cá puxar o autoclismo para disfarçar, apanhar o cabelo e enfrentar a selva que acontece lá fora.

17 comentários em “Pelo meu direito a ir ao WC!

  1. Andreia Vasconcelos

    Adoro Catarina… confesso que, ler não é dos meus hobbies preferidos, mas os seus relatos são fantásticos e sinceramente… sou mãe de um pré adolescente e de uma Maria de 10 meses, que também já deve estar na pré adolescência dos bebés, comoeu costumo chamar…
    Obrigada por ter criado este blog. Sempre tive vontade de “conhecer” a coitada que aturava o desvairado do Raminhos 😂😉 um grande beijinho!

  2. Ana Luisa Gil

    oh pá genial , a mim acontece-me as trocas do tlm com outras palavras ainda piores. Essas menos mal.

    Em relação à casa de banho , duas coisas , ainda não sou mãe nao sei como vai ser. Mas faço 30 este ano e cada vez que estou em casa da minha mãe não me pergunte porquê tenho sempre algo importante para lhe dizer na altura que ela lá está, ao que ela responde : “és mesmo massadora, não me deixas estar um minuto em sossego” (somos alentejanas para que conste)

    mt sucesso no blog Catarina!

  3. Joana Flores

    Adoro adoro adoro… tenho dois miudos, um de três anos e um de 9 meses… confesso que também utilizo a técnica do wc… o curioso é que quem costuma bater-me a porta é o pai 😒 “o que é que estás a fazer? O JM tá com sono, o que é que lhe faço? Ponho-o na cama?” 😕😂

    1. Catarina Fernandes Raminhos Autor

      O que isto tem de bom é que serve para pedir desconto de tempo a tudo: aos filhos, ao pai deles, à loiça que ficou em cima da mesa, etc…
      Beijinho!

  4. Daniela

    Olá Catarina!
    Parabéns pelo blog!
    Confesso aqui que digo que vou à casa de banho, e na realidade… até vou. Muitas das vezes, sento-me na sanita, mas simplesmente para ouvir música e ler. Preciso desses momentos para mim!
    Tenho ouvido algumas bocas… do pai dela… 😉

    Felicidades!

  5. Catarina oliveira

    Para sair do quarto delas depois de as deitar ,costumo dizer que o pai está a chorar é que tenho que ir à beira dele…Enquanto vou e venho elas já dormem perfeitamente… Mas essa técnica da casa de banho é muito boa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *