7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Quase a saltar do carrossel em andamento!

A correria. As miúdas. O contra-relógio. O trabalho. A família. As compras. Ir buscá-las à escola. As consultas. Mais
trabalho. Mais miúdas.

É um comboio desenfreado isto a que chamamos “vida”. As rotinas fazem-nos passar a semana a suspirar pelo fim-de-semana, mas ainda o domingo está a começar e já suspiramos pela “folga” que o emprego nos dá de segunda a sexta.

E neste carrossel maluco e sem sentido não há tempo para nada, a não ser para nos sentirmos cansadas. Exaustas.

Não há volta a dar! Temos de aprender a fintar a rotina “à Ronaldo”, inventar bolhas de ar e deixarmo-nos levar por elas… para onde quer que nos levem. Sair do escritório uma hora mais cedo e ir ver o mar – mas sem responder a e-mails ou atender pessoas chatas ao telefone. Ir ao shopping comprar meias. Sentar numa esplanada com aquele livro que já começámos a ler umas 5 vezes. E em vez de estarem para aí a suspirar – que eu bem vos oiço deste lado – decidam já, neste preciso momento, qual a bolha que vos vai dar boleia amanhã.

 

Um comentário em “Quase a saltar do carrossel em andamento!

  1. Catarina oliveira

    Compreendo perfeitamente,com uma filha de cadeira de rodas com 5anos fazendo 2h de fisioterapia , que não fala e não reage a nada e a gêmea que reage pelas duas ….Isto ao fim de um cansativo dia de trabalho custa,imagino com 3…É preciso muita força e coragem para não desanimar e acredito,pelo menos por mim,que o amor e a cumplicidade vai nascendo de igual para igual e do mesmo modo para todas as filhas…Porque amo tanto a minha filha doente como a outra… E acredito que todas as mães sentem o mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *