7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Como beliscar a minha auto-estima maternal

Há coisas que eu nunca consigo fazer com as minhas filhas e que por vezes conseguem beliscar a minha auto-estima maternal. Uma delas é vestir as miúdas bonitinhas e todas de igual. Bonitinhas é impossível porque elas saem à mãe e são despenteadas de natureza. Além disso, detestam bandoletes, rabos de cavalo e tudo o que se possa usar para domar um cabelo rebelde. Vesti-las de igual também é uma miragem, porque pego nas roupinhas “fotocópia” que alguma tia-avó lhes comprou e sucede que, quando visto a terceira, já a primeira se sujou e tenho de lhe mudar a roupa.

Resultado disto? Há uma série de fotos “clássicas” que todas as minhas amigas têm em casa e que na nossa simplesmente não existem. Estão a ver aquelas “escadinhas” do mais novo ao mais velho? Também não temos, porque uma delas foge para um dos lados e além de desalinhada, a foto ainda fica desfocada. E aquela foto perfeita com os 5 a sorrir? Também não.

Sessões fotográficas em família então é para esquecer! Há sempre uma delas – quando não são todas – a boicotar a coisa. Amarram o burro e ficam de trombas enquanto nós, os adultos, fingimos que adoramos aquilo e damos o nosso melhor sorriso para uma recordação de família emoldurada na parede da sala.

Acho que vou desistir desta coisa das fotografias e, em vez disso, dar-lhes cada vez mais abacate e frutos secos para que tenham boa memória. Assim, podem lembrar-se que houve dias em que se sentiram verdadeiramente felizes – aqueles em que não houve fotos.

8 comentários em “Como beliscar a minha auto-estima maternal

  1. Vanda Leite

    Força nos frutos secos, mas com esperança que na memória fiquem apenas estes momentos. Sim, porque quando virem a compilação de vídeos do pai…não sei até que ponto vão querer recordar 😉😂 Beijinhos

  2. Claudia Guerreiro

    E eu a pensar que a cena das fotografias era só à nossa família que não encaixava!!
    E diz-me ele que ainda vamos ao terceiro, então aí as poucas que conseguimos tirar, vão deixar de existir 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *