7 da tarde e ainda não lavei os dentes

Ir ao ginásio é fazer um esforço para fazer um esforço

Já vos tinha dito aqui que detesto ir ao ginásio.

Tenho o PT mais fofinho deste mundo, o Nuno, mas eu não consigo gostar de ir treinar. Mal entro no ginásio, tenho uma inveja imensa das pessoas que vão a sair, já com o treino feito e o banho tomado.

Tenho a sensação de que me equipo a chorar por dentro, como acontece às crianças quando têm à sua frente um prato de pescada cozida com legumes.

“Vá, tens de fazer um esforço, não podes baldar-te”. E eu dou por mim a precisar de uma coragem digna de Rambo – que é deslocar-me a um sítio de que não gosto, tipo o prisioneiro que vai para a forca – para fazer um frete, que é treinar durante (uns longos) 40 minutos. E aí volto a parecer uma criança a perguntar a toda a hora se ainda falta muito para terminar.

Quando, finalmente, eu sou uma daquelas pessoas que vai a sair já com o treino feito e o banho tomado em que é que eu penso? Pois claro, na fome desgraçada que já estou a sentir…

2 comentários em “Ir ao ginásio é fazer um esforço para fazer um esforço

  1. Ana Bravo

    percebo muito bem. é mesmo uma questão de mindset: fazer a cabeça mudar é o mais difícil. quando (e se) isso acontecer será tudo muito mais fácil. quem sabe um dia consigas sair de casa a caminho do ginásio a pensar “isto vai ser melhor do que ser criança numa loja de brinquedos” ? 🙂 um beijo e força.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *