7 da tarde e ainda não lavei os dentes

De pequenino é que se aprende a engolir sapos

No outro dia, depois da escola e a caminho de casa, a Maria Rita pergunta-me que músicas é que eu cantava nos passeios da escola, quando era pequena.

Lembrei-me desta e cantei-lhes:

”Senhor motorista por favor, ponha o pé no acelerador,

Se chocar não faz mal, vamos todos para o hospital.

Hospital de São José que só cheira a chulé.

Hospital de Santa Maria que é uma porcaria.

Hospital de São João que só cheira a sabão.”

Escusado será dizer que quando acabei, a cara delas era de espanto.

”Ó mãe, essa música não faz sentido! Assim toda a gente queria ir para o Hospital de São João porque cheira bem”, disse a Maria Inês!

“Além disso, quem é que vai dizer a alguém que está a conduzir para ir mais depressa? Querem morrer todos, é?”, disse logo muito indignada a Maria Rita.

Expliquei que era uma brincadeira, e que de facto não fazia muito sentido mas que o mais importante era que os meninos se divertiam a cantá-la.

Mas a explicação não convenceu a Maria Rita: ”sabes uma coisa mãe? Acho que ias gostar mais das músicas que aprendemos na escola agora”. Pedi um exemplo e ela começou com esta lenga-lenga (que não é de agora, mas eu fingi que sim, que era):

“Pico, pico, maçarico,
Quem te deu tamanho bico?
Foi a vaca chocalheira,
Que põe ovos em manteiga
Para a filha do juiz,
Que está presa na cadeira
Pela ponta do nariz”

Assim que acabou, antes que eu tivesse tido tempo de dizer o que quer que fosse, diz logo muito depressa: “bem, também não faz muito sentido, mas o importante é que nos divertimos enquanto a cantamos!”

12 comentários em “De pequenino é que se aprende a engolir sapos

  1. Sonia Cunhago

    😉 muito bom… realmente as crianças sao o melhor do mundo… Uma vez em conversa com uma colega de trabalho, contou que tinha comentado com a filha de 8 anos… “olha temos que engolir sapos” ao que a filha responde… “Ca nojo” 😉

    1. Ana Borges

      Lembrou-me uma situação com a minha sobrinha, quando deveria ter uns 5 anos… Eu estava com fome e disse-lhe: “Tenho um ratinho no estômago”, ela muito chocada, olha para mim e pergunta-me: “Tu comeste um rato?!” 😁

  2. Sónia

    A tua versão é um pouco diferente da nossa, lá no Norte:

    Senhor chauffeur [dizíamos chofér], por favor, carregue mais no acelerador.
    Se bater não faz mal, vamos todos para o hospital.
    Hospital de Santa Maria é uma grande porcaria.
    Hospital de São João é um grande porcalhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *